Quarta, 02 de Dezembro de 2020
(12)99147-9469
Cidades Justiça

Ministro Dias Toffoli autoriza Municípios a decidir sobre reabertura de comercio

Justiça

01/08/2020 13h39 Atualizada há 4 meses
1.258
Por: Marçal Jr
Ministro Dias Toffoli autoriza Municípios a decidir sobre reabertura de comercio

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, suspendeu a decisão que havia obrigado os Municípios de Cuiabá e Várzea a seguirem o decreto Estadual e permite que Municípios adote quais medidas a serem definidas para frear a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

A decisão liminar do ministro foi proferida no último dia 29 e atendeu o pedido feito pela Prefeitura de Cuiabá, nos autos de uma reclamação ingressada contra o juiz José Luiz Leite Lindote, da Vara Especializada da Saúde Pública de Mato Grosso.

Com base nesta decisão, o prefeito Felício Ramuth (PSDB), protocola o agravo de instrumento contra a última decisão da Juíza Laís Helena que revogou o decreto Municipal de avanço para fase amarela proferida na última sexta-feira.

 No agravo, além de indicar a decisão do supremo, o prefeito ainda argumenta que a cidade de SJC teve uma redução significativa de -12% no número de mortes e -2% no número de contagio da doença, e assim, autorize os comerciantes a reabrir bares, restaurantes, academias, salões de beleza e barbearias.

Até o dia 30/07, conforme informações do Estado de São Paulo, a cidade de São José dos Campos segue na fase 'Laranja' em 12º lugar, com a taxa de 2,8% de letalidade, 7.217 casos confirmados e 204 mortes, por outro lado, a Cidade de Santos segue na fase 'Amarela' em 4º lugar, com taxa de 3,0% de letalidade, 15.728 casos e 474 mortes.

A imagem pode conter: texto que diz

 

Em Cuiabá, o ministro reforçou que, recentemente, a Corte do Supremo firmou entendimento de que os Estados e Municípios têm autonomia para decidir quais ações contra a doença devem ser impostas.

Decisão

“Note-se que embora a decisão de origem consigne que “os decretos editados nem de longe se enquadram nas Normas Científicas e do Decreto Estadual”, o que deixaria “claro que as atividades essenciais foram classificadas de modo aleatório, ao talante do administrador”, não se observa a devida fundamentação quanto ao ponto, ou seja, não parece ter havido a efetiva demonstração do porquê os critérios técnicos adotados pelo estado estariam em posição de maior evidência científica do que os utilizados pelo Município em seu Decreto”, diz trecho da decisão de Toffoli.

Ele ainda completou que não há justificativa que faça prevalecer uma norma sobre outra, “ausente ainda indicação de eventual normatização do Município em matéria de competência estadual, considero ser o caso de concessão da tutela pretendida”.

“Pelo exposto, em juízo de estrita delibação e sem prejuízo de melhor análise da causa pelo eminente Relator, concedo a tutela de urgência para suspender a decisão de origem”.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sao José Dos Campos - SP

Sao José Dos Campos - São Paulo

Sobre o município
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sexta (04/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Mais lidas
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio