Quarta, 02 de Dezembro de 2020
(12)99147-9469
Cidades Esporte

São José 4 x 1 Suzano , acompanhe a resenha hoje a partir das 18hs ao vivo > www.alternativafm.org

Esporte

20/10/2020 15h52 Atualizada há 1 mês
181
Por: Marçal Jr
São José 4 x 1 Suzano , acompanhe a resenha hoje a partir das 18hs ao vivo > www.alternativafm.org
PELOS FLANCOS: O PESO DO FAVORITISMO.
⁠Por Edney Santos
Enfim, começa o campeonato paulista para o São José Esporte Clube. Em um ano de muitas expectativas geradas desde a confirmação da nova diretoria, que havia prometido montar um time competitivo para a disputa da temporada 2020, ainda no ano passado, fez com que o torcedor da Águia, pudesse vislumbrar com o acesso em uma divisão, onde até os adversários reconhecem, não é o lugar do São José.
A promessa feita pela diretoria foi cumprida e ao longo do ano, montou um time bem competitivo, ao ponto de ser reconhecido como um dos favoritos a conquistar o acesso. Esse reconhecimento parte inclusive dos adversários, onde alguns o classificam como: o time a ser batido.
Esse reconhecimento mostra que não é exagero, empáfia ou ufanismo de torcedores e imprensa local, afinal o time conta com o treinador Ricardo Costa, que conseguiu três acessos nas últimas quatro edições da divisão, ficando apenas sem comemorar em 2018, justamente quando comandava o São José Esporte Clube e mesmo assim, perdeu a vaga nos acréscimos, quando o time não resistiu a pressão e sofreu o gol de empate do Comercial, que classificava o time de Ribeirão Preto. O São José ainda conta em seu forte elenco com jogadores que conquistaram o acesso por Marília e Paulista no ano passado e outros que já obtiveram destaques tanto na divisão como na Série A2, Série A3 e demais estados.
E como lidar com esse favoritismo? Eis a grande questão...
Faço essa pergunta justamente porque no Brasil, não há o costume de assumir qualquer favoritismo. No futebol chega a ter a ser cômico, algumas declarações onde todo jogo será “um jogo difícil”, ainda que seja entre um líder que ganhou todas as partidas no campeonato contra o último colocado que perdeu todos os seus jogos por goleada. Assumir um favoritismo causa “mal-estar” entre os demais envolvidos ainda que concorde com tal afirmação, passando-se assim, em muitos casos, por arrogante. Talvez, por assumir o favoritismo, o presidente Celso Monteiro do São José tenha sido citado em algumas declarações de demais dirigentes de clube que disputam o campeonato, afinal, Celso foi categórico e enfático ao afirmar desde o começo do ano que os clubes que conseguirão as duas vagas do acesso, serão o São José e mais um.
Sabemos que a disputa da “Bezinha” não é fácil, pois muitas dificuldades são encontradas desde a primeira fase, e esse ano, ainda temos o desafio em enfrentar a pandemia de Covid-19. Se não fosse o suficiente, a fase conhecida como “mata-mata” já começa na segunda fase, onde qualquer tropeço de um jogo de ida, pode ser crucial para o insucesso na continuação do “sonho do acesso”.
E é justamente aí que o peso do favoritismo pode pesar. Todo favorito segue de muita desconfiança, até porque no anseio do torcedor e aí sim, ufanismo da imprensa, qualquer resultado adverso, nunca será motivado pelo pleno sucesso e competência do adversário e sim por uma falta de concentração no jogo, menosprezo ao adversário (o famoso “salto alto”), ou até uma falta de preparação para a partida. Sabemos que tudo isso pode acontecer sim, mas ao favorito, sempre existirá essa dúvida.
Esse adversário invisível, o favoritismo, deve ser minimizado pelos jogadores principalmente pela comissão técnica, que já vem com esse peso a cada campeonato que se inicia. Favoritismo nada mais é que o fruto colhido de um trabalho realizado com sucesso e não deve ser temido. Saber lidar com isso, é primordial e essa comissão técnica vem mostrando-se eficaz pois os resultados seguem aparecendo para a já experiente Comissão Técnica, e como lidar com o favoritismo não é receita de bolo, o técnico Ricardo Costa tem as condições de superar esse adversário (favoritismo) que o acompanha desde antes da estreia.
Daqui à pouco, o torcedor do São José tem um encontro com seu time de coração. Ainda que distante, mas com seus olhos e ouvidos ávidos em comemorar gols e a vitória ao final da partida, tendo em seu íntimo, a esperança em que esse ano, o São José sairá da Segunda Divisão que ainda que simpática, não é o lugar de um time que já escreveu uma grande história no decorrer dos anos.
Bom torcedor da Águia, agora a ansiedade acaba e a temporada 2020, enfim começa. E será bem rápida, como um relâmpago, mas quanto a isso, tudo bem, pois o que o torcedor espera é que o favoritismo seja confirmado e a participação do São José, seja duradoura.
Edney Santos
Comentarista da Equipe Futebol Show
TODOS OS DIAS, às 18 horas, no programa ALTERNATIVA NO ESPORTE, você confere todas as novidades sobre a Águia do Vale!
Ouça o programa também pelo nosso site: http://www.alternativafm.org ou entre no Play Store e baixe o aplicativo da Rádio Alternativa (Alternativa FM 107,9). Você também pode acompanhar pela Rádios Net.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.